Covid-19

COVID-19

Dengue

PORTAL DA
DENGUE

X

Ciclista paranaense chega a Macei? ap?s dar a volta ? Am?rica Latina...

Segunda-feira, 02 de setembro de 2013

Última Modificação: 09/06/2020 16:55:44 | Visualizada 295 vezes


Ouvir matéria

O ciclista Antonio Elias Marchetti, 46, pode ser considerado um aventureiro. Ele chegou a Maceió, na última quinta-feira (29), depois de ter pedalado por praticamente todos os países da América Latina e alguns estados do Brasil, nos últimos 10 anos. Natural de Jaguapitã, cidade localizada no norte do Paraná, o viajante não se intimida com as dificuldades enfrentadas durante sua jornada e, desde que chegou ao Brasil, pelo estado do Amazonas, já começa a sonhar mais alto: dar a volta ao mundo de bicicleta.

Marchetti conta que a ideia de sair pedalando pelo Brasil e pela América Latina surgiu logo após a morte de seus pais, há dez anos. “Eles morreram e, como não casei e não tenho filhos, acabei ficando sozinho no mundo. Resolvi viver a vida me aventurando. Peguei minha bicicleta, coloquei a mochila nas costas e saí por aí, como um andarilho. É uma vida meio sofrida, mas foi o que escolhi para mim”.

Desde que saiu de casa, Marchetti já usou 15 bicicletas, e a atual já apresenta problemas nos pneus. Essa é apenas uma das dificuldades que o ciclista viajante enfrenta. “Recentemente, meu celular foi roubado no Recife. Já cheguei a passar muito tempo sem comer nada também. Ser um andarilho é algo complicado, pois você depende bastante da ajuda de outras pessoas, e às vezes não recebe nenhum auxílio”.

Porém, as dificuldades parecem não intimidar Marchetti, que chegou em Maceió com dinheiro para apenas uma noite em uma pousada de baixo custo no Centro. Ele teceu diversos elogios à cidade. “Maceió é um lugar muito bonito. As praias daqui são lindas. Ainda estou meio perdido, mas consigo me virar. Para todos os lugares que eu for, vou falar muito bem desse lugar”.

O paranaense pretende passar uma semana em Maceió, buscando ajuda para dar seguimento à sua viagem, que tem o estado da Bahia como próximo destino. A ideia é seguir passando por todos os estados, até chegar em sua cidade natal. O propósito disso, contudo, não é descansar, mas se planejar para algo maior.

“Quando chegar em casa, vou começar a correr atrás de patrocínio para realizar um antigo sonho: dar a volta ao mundo em minha bicicleta. Sei que não será fácil, como até agora não tem sido. Mas tenho esperança que conseguirei”, concluiu.

 Galeria de Fotos

 Veja Também