ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Temporal afeta 53 mil pessoas e deixa 2,5 mil desalojados no PR...

Terça-feira, 24 de setembro de 2013

Visualizada 167 vezes


Três cidades decretaram situação de emergência. Em Corbélia, prejuízo com o temporal de granizo chega a R$ 10 milhões

Cerca de 53 mil paranaenses foram afetados pelos temporais que atingiram o estado no último fim de semana, segundo boletim da Defesa Civil Estadual divulgado às 18 horas de ontem. Destes, 2.510 permanecem desalojados (na casa de amigos ou parentes) – a maioria nas cidades de Corbélia, Londrina, Coronel Vivida e Turvo.

Três prefeituras – São João, Salto do Lontra e Cor­bélia – decretaram situação de emergência. Ao todo, 38 municípios das regiões Oeste, Sudoeste e Sul relataram prejuízos, com 10.140 casas danificadas por destelhamentos provocados pelo vento forte e pelo granizo. Trinta e oito pessoas ficaram feridas, boa parte em quedas causadas ao tentar improvisar cobertura para as casas. A Defesa Civil disponibilizou 400 bobinas de lona e 28 mil telhas para atender as famílias desalojadas no estado.

 

Desastre

 

Em Corbélia, no Oeste, os prejuízos causados pelo temporal de granizo foram estimados em R$ 10 milhões, após reunião emergencial do prefeito Ivanor Bernardi com secretários municipais. Cerca de 30 desabrigados estão provisoriamente no Centro de Eventos do município.

 

Até o prefeito ficou desalojado e precisou passar o fim de semana na casa de parentes. A dona de casa Maria Leonilda dos Santos não teve alternativa a não ser abandonar a casa que teve o telhado todo danificado pelo temporal da última sexta-feira. “Estou aqui [no alojamento], mas preocupada com a minha casa”, disse.

 

O aposentado Irio Alfonso Royer iniciou a semana trocando todo o telhado da casa e disse nunca ter visto algo semelhante. Ele chegou a guardar no congelador várias pedras que caíram sobre seu terreno do tamanho de uma bola de tênis. “Guardei para mostrar para meu cunhado que mora em Limeira (SP) e está vindo para cá. Ele não acredita”, conta. Alguns moradores relataram que pesaram as pedras maiores e algumas chegaram a um quilo.

 

Nas zonas rurais de Turvo e Prudentópolis, no Centro-Sul do estado, a semana começou com muito trabalho. Segundo a prefeitura de Turvo, 159 famílias tiveram os telhados de suas casas perfurados pelo granizo. Dessas, 65 estão em casas de parentes, segundo a diretora do Departamento de Bem-Estar Social da prefeitura, Adelayne Ferreira de Campos. O órgão forneceu 200 lonas e 320 cobertores aos atingidos.

 

Outras 700 famílias foram prejudicadas pela chuva de gelo em Prudentópolis. Além disso, moradores de cinco localidades rurais da cidade estão isolados pela enchente dos rios. Prédios de uso público também foram afetados. “A Santa Casa, quatro minipostos de saúde e umas 12 escolas tiveram danos nos telhados”, completa o chefe da Defesa Civil em Pru­dentópolis, Maurício Cam­polim. Foram distribuídos 10 mil metros de lona.

 

 

 

Fonte: Gazeta Maringá

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Rua Marcelino Alves de Alcântara, 133 - Cep: 86650-000 - Santo Inácio - Paraná - (44) 3352-1222 prefeitura@santoinacio.pr.gov.br