ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Taxa de homicídios cai 18% no Paraná em 2013...

Quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Visualizada 144 vezes


O Estado do Paraná registrou queda de 18% no número de homicídios dolosos (aqueles com intenção de matar) no ano de 2013, na comparação com o ano anterior. Foram 2.575 ocorrências no ano passado, contra 3.135 em 2012. O resultado acompanhou a tendência de queda verificada nos relatórios parciais, a cada três meses, divulgados pela Secretaria da Segurança Pública.

“É uma diferença que corresponde a 560 vidas poupadas. E, se compararmos com 2010, a redução é ainda maior: 21,40% Esse índice alcançado reflete o conjunto de ações que a atual gestão da Segurança Pública vem colocando em prática e demonstra que estamos no caminho certo”, afirma o secretário da Segurança Pública, Cid Vasques.

Os números mostram redução no índice de homicídios dolosos nas mais diversas regiões do Estado. A Capital apresentou diminuição de 11,22% nessa modalidade de crimes, enquanto que na Região Metropolitana de Curitiba a queda foi ainda maior: 19%.

O mesmo se verificou nas Áreas Integradas de Segurança Pública de Paranaguá (-4,49%); Ponta Grossa (-4,04%), São Mateus do Sul (-48,65%), Guarapuava (-8%); Pato Branco (-19%); Francisco Beltrão (-19,23%); Cascavel (-30,2%); Foz do Iguaçu (-28,5%); Toledo (-34,38%); Campo Mourão (-21,43%); Maringá (-24,7%); Rolândia (-43,08%); Londrina (-42,61%); Telêmaco Borba (-22,58%).

O comandante da Polícia Militar, coronel César Vinícius Kogut, destacou que o bom desempenho também está atrelado ao empenho e aos investimentos feitos pelo governador Beto Richa. “A atual gestão está investindo cada vez mais na segurança pública, oferecendo os recursos necessários para as polícias Militar, Civil e Científica. Com a boa gestão a frente da Secretaria da Segurança Pública, estes recursos são canalizados com ações bem planejadas, o que tem contribuído para a redução nos índices de homicídios e outros crimes”, avalia ele.

Como o tráfico de drogas está atrelado à grande parte dos homicídios dolosos, a Segurança Pública tem atuado de forma árdua no combate ao narcotráfico, com operações conjuntas entre as polícias e também em parceria com outros órgãos do setor.

“A Polícia Civil tem se desdobrado nas ações para combater o crime e, com isso, temos alcançado resultados positivos, conjuntamente. A prisão de pequenos traficantes é primordial para a redução dos índices, pois grande parte deles também é homicida. As novas viaturas, grandes e potentes, e a contratação de mais policiais, também colaboraram”, afirma o delegado-geral da Polícia Civil, Riad Braga Farhat.

TAXA - Com o total de 2.575 homicídios dolosos registrados em 2013, atualmente o Paraná apresenta uma taxa de 23,36 homicídios dolosos a cada 100 mil habitantes (tendo como base a população informada pelo Ipardes). Em 2012, essa taxa era de 28,64 a cada 100 mil habitantes; em 2011, ficou em 28,4 e, em 2010, chegou a 30,4.

A taxa nacional é de 24,3, conforme divulgação mais recente do Anuário Brasileiro de Segurança Pública. A taxa de homicídios dolosos a cada 100 mil habitantes é um índice utilizado mundialmente para medir a eficiência e a eficácia das ações na área da segurança pública.

METAS DE REDUÇÃO - O resultado obtido está dentro da meta acumulada para o período, que foi proposta pela própria Secretaria da Segurança Pública e consta no Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, o que demonstra o compromisso do Governo do Estado em trabalhar de forma intensa para reduzir a criminalidade. O objetivo é chegar a 2015 com uma taxa de 21,5 homicídios a cada 100 mil habitantes.

RELATÓRIO – A íntegra do Relatório de Crimes Relativos a Mortes, elaborado pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape), será divulgada no site oficial da Secretaria da Segurança Pública (www.seguranca.pr.gov.br), nas próximas semanas. Além de informações detalhadas por cada um dos 399 municípios do Paraná e por cada um dos 75 bairros de Curitiba, o relatório inclui informações sobre homicídios dolosos, roubo com resultado morte (latrocínio) e lesão corporal com resultado morte.

O mapeamento das áreas com maior incidência criminal do Paraná é feito pela Cape, que identifica as áreas mais sensíveis do Estado e repassa as informações aos gestores. A partir de um trabalho técnico, a análise criminal é feita por profissionais altamente qualificados.

Quadro

Índice de homicídios por 100 mil habitantes no Paraná

2013 – 23,36

2012 – 28,64

2011 – 28,4

2010 – 30,4

Brasil – 24,3

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Rua Marcelino Alves de Alcântara, 133 - Cep: 86650-000 - Santo Inácio - Paraná - (44) 3352-1222 prefeitura@santoinacio.pr.gov.br