Covid-19

COVID-19

Dengue

PORTAL DA
DENGUE

X

Fifa avalia hoje evolu??o de Curitiba..

Quinta-feira, 06 de fevereiro de 2014

Última Modificação: // | Visualizada 69 vezes


Ouvir matéria

Consultor da entidade volta a visitar obra da Arena depois da ameaça a Curitiba. Relatório será crucial para a decisão final

Curitiba terá, hoje, um dia decisivo para seguir entre as sedes da Copa do Mundo de 2014. O consultor de estádios da Fifa, Charles Botta, chega às 9 horas à Arena, para inspecionar a obra. Sua missão é verificar se o plano emergencial costurado na visita do secretário-geral Jérôme Valcke, em janeiro, está sendo aplicado. O parecer do especialista irá guiar o veredicto da entidade, a ser dado em 18 de fevereiro.

Check-list

Na visita de hoje, Charles Botta vai verificar a aplicação do plano emergencial para acelerar a obra e dos pontos que precisam estar prontos até dia 18:

Plano emergencial

• Comitê gestor – Começou a atuar três dias após a visita de Jérôme Valcke. Com a participação de prefeitura, governo do estado, Sinduscon-PR e Atlético, tem atuado diariamente na obra.

• Fluxo financeiro – Dois dias após a visita de Valcke, a Fomento Paraná depositou na conta da CAP S/A os R$ 39 milhões que faltavam do empréstimo tomado em dezembro. Ainda falta o repasse de R$ 6,5 milhões do BNDES. A obra tem dinheiro para seguir até o fim do mês. Amanhã o governo estadual vai ao BNDES tratar de um novo crédito.

• Reforço de mão de obra – A Fifa recomendou o incremento de 50% no número de operários. O secretário municipal de Copa, Reginaldo Cordeiro, houve um acréscimo de 20%. Ontem, Mario Celso Petraglia já falou em 40%.

Avanço da obra

• Gramado – A colocação foi concluída na sexta-feira passada. Até a próxima semana estará em condições de uso.

• Cobertura – A estrutura metálica estará pronta até o fim de semana. Faltará colocar as placas de policarbonato e fechar a cobertura.

• Iluminação – Ainda não começou a instalação do sistema na cobertura.

• Acesso aos vestiários – O trabalho está em andamento. O serviço deve estar pronto na próxima semana.

• Lajes da arquibancada – Os guindastes já foram tirados de dentro do estádio, permitindo a concretagem de uma laje do setor Brasílio Itiberê. Falta mais uma, que deve ficar pronta perto da data-limite da Fifa.

• Assentos – Dos 10 mil esperados, a instalação já está perto de 15 mil.


Botta esteve na Baixada em 15 de janeiro. Encontrou uma obra em ritmo lento e um canteiro especialmente esvaziado por causa do temporal que caía em Curitiba. Expressou seu descontentamento em uma reunião com os responsáveis pela obra e em um relatório para Valcke. O alerta desencadeou o ultimato do secretário-geral.

Hoje, Botta encontrará uma Arena diferente. O gramado foi totalmente colocado. A cobertura está quase concluída. Há mais de 10 mil assentos instalados. O canteiro de obras terá contingente de 20% a 40% maior do que os 1.084 operários contratados até meados de janeiro. Até o clima deve ajudar. Segundo o Simepar, a manhã terá sol e temperatura na casa dos 30°C.

“A olho nu se percebe uma importante evolução na cobertura, a grama já está plantada, toda a estrutura foi concluída. Resta a parte de acabamento”, afirmou o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, na abertura da Reunião Operacional de Copa, ontem, em Curitiba. “Não trabalho com a hipótese de Curitiba ser excluída”, acrescentou o político, que recebeu um vídeo com a evolução da obra.

O presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, adotou um discurso conciliador, falando em um momento de união para manter a Copa em Curitiba. Também evitou ampliar a polêmica com o governador Beto Richa, que rebateu sua afirmação de que os governos estadual e municipal não teriam cumprido o acordo para custear a obra. “Vocês conhecem a prefeitura, o governo do estado e os dirigentes do Atlético. Vocês sabem quem está falando a verdade”, disse o governador.

A visita de Botta será seguida de uma reunião na qual ele dará sua opinião sobre a nova gestão da obra e os passos ainda a serem cumpridos. Ao contrário do anunciado pelo comitê paranaense, não será divulgado relatório.

“Todos os relatórios serão sigilosos. Eles não querem fazer divulgação alguma para não antever a posição do COL [Comitê Organizador Local]. O anúncio será feito dia 18, pela Fifa”, disse o coordenador-geral de Copa no Paraná, Mario Celso Cunha.

Ontem, os comitês estadual e municipal de Copa repassaram ao COL e ao governo federal todo o andamento da operação para o Mundial na cidade. Um ponto que causou preocupação foi o número de leitos de hotel. São 20 mil em Curitiba, sendo que 13 mil estão bloqueados pela Match, parceira da Fifa na área de hospedagem.

Rebelo participou apenas da abertura da reunião. Depois, visitou o CT do Caju, base da Es­­panha para o Mundial. Cumprimentou o atacante Adriano e elogiou a estrutura rubro-negra.

“Os clubes precisam trabalhar para trazer receitas oriundas de serviços esportivos de alta qualidade, algo que só é possível com estruturas dessa natureza. Oferecer o centro de treinamento para uma seleção de elevada exigência como a espanhola é um sinal para o mundo do que o Atlético pode oferecer”, disse Rebelo.

 


 Veja Também