Covid-19

COVID-19

Dengue

PORTAL DA
DENGUE

X

Negocia??o para p?r fim ? rebeli?o em Cascavel deve ser retomada ?s 8 horas...

Segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Última Modificação: 27/08/2018 18:58:53 | Visualizada 147 vezes


Ouvir matéria

Motim já dura mais de 24 horas. Até o início da manhã desta segunda-feira (25), autoridades já haviam confirmado o assassinato de quatro presos

 

Devem ser retomadas às 8 horas desta segunda-feira (25) as negociações para pôr fim à rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel, no Oeste do Paraná, que já dura mais de 24 horas. As tentativas de acordo foram suspensas no fim da noite deste domingo por decisão da Polícia Militar (PM) e da Secretaria Estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju), que conduzem os trabalhos.

Até o início desta segunda-feira, autoridades já haviam confirmado o assassinato de quatro presos durante o motim. Dois deles foram decapitados e há, pelo menos, mais um ferido gravemente. Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), não há indícios de que mais presos tenham sido mortos durante a madrugada. A Seju informou nesta manhã que os corpos dos assassinados continuam no interior do presídio, e que só será conhecido oficialmente o número de mortos e feridos após o fim da rebelião.

Estima-se que 800 detentos participem diretamente da revolta. Dois agentes penitenciários foram feitos reféns e ainda estavam nas mãos dos presos na manhã desta segunda-feira, de acordo com o sindicato que representa estes trabalhadores.

Motivação

O motivo da revolta dos presos deve-se a pelo menos quatro fatores. Eles exigem o fim das agressões sofridas dentro do presídio e dos abusos nas revistas das visitas, melhoria da comida e na estrutura física do local.

No final da tarde deste domingo, 77 presos foram transferidos para a Penitenciária Industrial de Cascavel, que fica no mesmo complexo que a Penitenciária Estadual. Os detentos estariam sendo ameaçados pelos rebelados.

Madrugada violenta

Um ônibus do transporte coletivo foi incendiado na noite deste domingo em Cascavel. De acordo com informações da PM, suspeitos atearam foto no veículo em frente a um colégio na Avenida Papagaios, bairro Clarito, zona norte da cidade. Ninguém ficou ferido.

Cascavel não tem histórico de incêndio a ônibus, mas a polícia não acredita que o incidente tenha relação com a rebelião na penitenciária, que estaria sendo comandada por uma facção criminosa que age dentro e fora de presídios em todo o Brasil.

No pátio da Prefeitura de Cascavel, um carro também foi incendiado durante a madrugada. Homens atearam fogo no veículo modelo Pálio Weekend e fugiram rapidamente. Em uma lixeira foi pichada a inscrição "PCC".

 

 

 Veja Também