Covid-19

COVID-19

Dengue

PORTAL DA
DENGUE

X

Balan?o aponta 150 pessoas desabrigadas por causa das chuvas no PR...

Quarta-feira, 03 de setembro de 2014

Última Modificação: 27/08/2018 18:57:07 | Visualizada 760 vezes


Ouvir matéria

Outras 26 pessoas continuam desalojadas. Número de atingidos chega a 10 mil, segundo a Defesa Civil

chuva que atingiu o Paraná nesta terça-feira (2) afetou 10 mil pessoas no estado, aponta o balanço da Defesa Civil atualizado na manhã desta quarta-feira (03). O levantamento mostra que 15 municípios das regiões Noroeste, Oeste, Centro-Oeste, Sudoeste, Centro-Sul e Campos Gerais contabilizaram, até o momento, 2.654 casas danificadas. Transtornos também foram registrados aos moradores da Grande Curitiba, com queda de árvores e um destelhamento.

 

O número de desabrigados no estado chega a 150 – todos de Mangueirinha, na região Sudoeste. Já o número de desalojados é de 26, divididos entre os municípios de LaranjalPinhão Ibema. De acordo com a definição da Defesa Civil, as pessoas desabrigadas são aquelas que necessitam de abrigo público, enquanto as desalojadas são aquelas que também tiveram suas casas danificadas, mas se refugiam na casa de amigos e parentes.

Em Marmeleiro, Sudoeste do Paraná, de acordo com a Defesa Civil, 2 mil casas foram danificadas pela queda de granizo. A cidade é a mais afetada até o momento e teve corte na energia elétrica por causa do temporal. Cerca de 8 mil pessoas foram prejudicadas na cidade.

As cidades de Campo Bonito, no Oeste; Campo Mourão, no Noroeste; Francisco Beltrão, Ibema, Renascença e Mangueirinha, no Sudoeste; Laranjal e Pinhão, no Sul; Reserva, Tibagi, Rio Negro e Ponta Grossa, nos Campos Gerais; e Reserva do Iguaçu e Goioxim, no Centro-Sul; também foram atingidas por queda de granizo.

Capital em estado de alerta

A Prefeitura de Curitiba ficou em estado de alerta por causa da chuva que atinge a capital no início da noite desta terça-feira (2). A prefeitura divulgou nas redes sociais que quem tiver problemas causados pelo temporal deve entrar em contato com a Defesa Civil pelo telefone 199 e com o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193.

O Corpo de Bombeiros registrou um destelhamento em São José dos Pinhais e quatro quedas de árvores em Curitiba. Parte da Rua Iapó, na região próxima à Pontifícia Universidade Católica (PUCPR), também ficou alagada por causa da chuva em Curitiba.

Outras regiões

As cidades que registraram maior volume de chuva nesta terça-feira (2), de acordo com o Instituto Tecnológico Simepar foram São Mateus do Sul, com 55 mm; União da Vitória, com 28 mm; e Bituruna, que registrou 20 mm de chuva.

Em Ponta Grossa, os ventos chegaram a 101 km/h, de acordo com o Instituto Simepar. Os ventos em Palmital chegaram a 64 km/h. Ventos fortes também foram registrados em Entre Rios (62 km/h), Lapa (61 km/h) Clevelândia (60 km/h), Cascavel (60 km/h) e Foz do Iguaçu (60 km/h).

Foram registradas chuvas de granizo em Tibagi, Reserva do Iguaçu, Francisco Beltrão, Campo Bonito, Laranjal, Marmeleiro e Renascença, de acordo com o instituto.
De acordo com a meteorologista do Simepar, Sheila Paz, a chuva não deve persistir nesta quarta-feira (3) no estado. “Amanhã ela já perde força”, disse.

 Galeria de Fotos

 Veja Também