Covid-19

COVID-19

Dengue

PORTAL DA
DENGUE

X

Peregrinação

Santo Inácio é rota de turismo religioso de peregrinos

Segunda-feira, 18 de julho de 2022

Última Modificação: 20/07/2022 10:41:34 | Visualizada 31 vezes

A cidade recebeu cerca de 200 pessoas que estavam em peregrinação


Ouvir matéria

Santo Inácio foi palco de importantes acontecimentos, principalmente religiosos. Foi uma das primeiras Reduções Jesuíticas no Vale do Paranapanema, fato marcante para a história do município, o que acaba atraindo muitos turistas nos dias de hoje. O interesse sobre o período histórico da cidade, atraiu um grupo de cerca de 200 peregrinos na última sexta-feira (15). Eles estavam participando da peregrinação dos Jovens do Caminho Neocatecumenal da Diocese de São João da Boa Vista (SP).

 

A peregrinação é uma viagem com destino a um lugar sagrado e com o objetivo de aproximar os jovens a vida religiosa, escolheram o município de Santo Inácio para compor a rota, como explica o membro da Primeira Comunidade Neocatecumenal de Tambaú, Cícero José Meirelles Oliveira. “Passamos por Santo Inácio porque foi aqui que iniciou a evangelização no Brasil pelos Jesuítas, em 1612. Então queremos passar isso para os jovens, de onde começou e como foi a evangelização. E estamos muito gratos pelo acolhimento de todos”.

 

Os religiosos conheceram a Igreja Matriz e o Museu Municipal, onde tiveram a oportunidade de conhecer mais a fundo a história da cidade, além de observar os artefatos arqueológicos do período em que os jesuítas estiveram nessas terras.

 

O jovem peregrino, Lucas Martini, relatou que a experiência da jornada foi enriquecedora, tanto espiritualmente como socialmente. “A cidade de Santo Inácio é uma cidade muito acolhedora, nos trouxe uma paz, que é o que a maioria das pessoas estão buscando nessa peregrinação”.

 

Os peregrinos saíram de São João da Boa Vista, no interior de São Paulo, e tiveram o destino final em Foz do Iguaçu, uma viagem de mais de mil quilômetros. 

 

“Trazer os jovens para essa peregrinação tem como objetivo tirá-los de seu contexto para colocá-los em marcha em busca de uma palavra e de alguém que os convoca e os chama”, ressalta o padre que acompanha o grupo, Cristiano Martins.

 

Fonte: Por Ingrid Tomimitsu

 Veja Também