ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

  A presidente Dilma Rousseff mandou um re

Terça-feira, 11 de agosto de 2015

Visualizada 33 vezes


 

A presidente Dilma Rousseff mandou um recado para a oposição ao defender que o País precisa de "estabilidade" para enfrentar as dificuldades na economia, durante discurso em São Luís, no Maranhão, onde entregou 2.020 unidades do programa Minha Casa, Minha Vida. Mais tarde, Dilma participará de inauguração do Terminal de Grãos do Maranhão, no Porto do Itaqui.

"O Brasil está passando por um período de dificuldade. Mas o Brasil é muito mais forte do que esse momento de dificuldade. Estamos numa travessia, não estamos parados. Esse período causa incerteza nas pessoas, mas não fiquem inseguros nem apreensivos. Esta é uma situação temporária. Ela vai passar e vai passar rápido. E nesse período não abandonaremos os programas sociais. Não abandonaremos o Mais Médicos, o Minha Casa Minha Vida, o Prouni, o Fies, não vamos recuar do Bolsa Família", disse Dilma.

"Mas nós também precisamos entender que é necessário um grande esforço do governo. O Brasil precisa muito, mais do que nunca, que as pessoas pensem primeiro nele, Brasil, no que serve a nação, a população brasileira, e só depois pensem em seus partidos e seus projetos pessoais. O Brasil precisa de estabilidade para fazer essa travessia. Como dentro de casa, não adianta um ficar brigando com o outro que não resolve a situação", acrescentou, em uma alfinetada a lideranças da oposição.

"Ninguém que pensa no Brasil, no povo brasileiro, deve aceitar a teoria de que ′ah, eu não gosto do governo, então eu vou enfraquecê-lo′. Essa é a teoria do ′quanto pior, melhor′. Melhor para quem? Por isso que nós não concordamos com nenhuma medida que leve à instabilidade do País, que leve o caos às finanças do governo federal, dos estados e dos municípios", disse ainda a presidente.

"Vou fazer um apelo. Vamos repudiar sistematicamente o vale-tudo para atingir qualquer governo, seja o governo federal, seja o governo dos estados, dos municípios", declarou Dilma. "No vale-tudo, quem acaba sendo atingido pela torcida que eu já disse do ′quanto pior, melhor′ é a população do País, dos estados e dos municípios", acrescentou. Segundo ela, tudo o que o governo está fazendo "tem um objetivo claro: entrar num novo ciclo de crescimento, gerar emprego e renda".

Presente no evento, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), defendeu enfaticamente a presidente Dilma e a permanência dela no poder até 2018. Em uma referência à Operação Lava Jato, ele disse que "não há quem não defenda o combate à corrupção", mas que "nós separamos as coisas", é preciso haver também o "respeito às constituições". "Aqui no Maranhão nós temos um povo valente, que vai defender o mandato da nossa presidenta", destacou.

 

A presidente Dilma Rousseff mandou um re

Baixe Aqui

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Rua Marcelino Alves de Alcântara, 133 - Cep: 86650-000 - Santo Inácio - Paraná - (44) 3352-1222 prefeitura@santoinacio.pr.gov.br